segunda-feira, 3 de julho de 2017

Você realmente quer ser um DJ e Produtor?!


Venho de uma época em que não existiam escolas para DJs e Produtores de música eletrônica no Brasil. Boa parte dos profissionais atuantes no mercado aprenderam sozinhos ou com auxílio de outra pessoa que repassava o conhecimento (amigos para amigos). Hoje, com a tecnologia disponível, mixar uma música com outra se tornou algo um pouco mais simples e criar uma track não é tão complicado como antigamente. Agora você já está pensando: “Ótimo! Vou ser DJ e Produtor, é mais fácil” … Será mesmo? Não, nada é simples para aqueles que realmente querem ser bons em suas profissões. Já fique ciente que você terá que estudar e praticar muito antes de se auto intitular como um profissional da área. Ser DJ não é apenas escolher algumas músicas que você gosta e saber mixa-las usando o sync.

Depois de fazer alguns cursos ou aprender de forma auto-ditada a arte de mixagem, você terá que praticar muito, e essa fase é muito importante para o seu desenvolvimento como DJ. A cada dia você irá perceber que a sua percepção musical irá aumentar bastante, principalmente a rítmica. Pronto, agora que você sabe mixar! Já deve estar se considerando um expert no assunto. Lamento dizer que “não”. Demora um certo tempo para você realmente ter domínio completo dessa arte. Possivelmente a teoria de Malcolm Gladwell (10.000 horas) talvez não se aplique aqui, a curva entre esse “aprendizado vs tempo” pode ser rápida, mas por experiência própria afirmo que levará alguns anos para você realmente ser um especialista na arte da discotecagem, seja ela com vinil ou digital.

Além disso, hoje é obrigatório que um DJ que deseja ter sucesso em sua carreira também seja produtor. Ops, “Também tem isso?” Sim, se você quiser ser apenas DJ, sem problemas. Mas saiba que o mercado atual valoriza bem mais aqueles que produzem suas próprias músicas, é um caminho natural nessa profissão.No entanto, essa parte exige bem mais estudos e atualmente um dos maiores erros que vejo naqueles que se aventuram nisso é a falta de conhecimento técnico e principalmente musical. Produzir uma boa música não é apenas abrir sua DAW (Digital Audio Workstation (tradução = estação de trabalho de áudio digital)) preferida e empilhar alguns loops que você comprou. 

Se você quer realmente ser um bom produtor o caminho é longo. A princípio você precisa ter uma base de teoria musical, saber montar uma escala, um acorde, entender sobre campos harmônicos. Isso já irá te ajudar muito. Motivo? Esse conhecimento te dará uma flexibilidade maior na criação de suas primeiras músicas. A falta desse conhecimento teórico será um obstáculo no começo, você ficará limitado nas composições e irá perder um tempo precioso tentando fazer uma simples progressão de acordes.

Comece por essa parte e assim você terá tempo sobrando para poder se aprofundar na parte técnica, que é extremamente mais complexa.

Já a parte técnica engloba diversos conhecimentos que você só terá, depois de muito tempo estudo e prática. E conforme-se com o fato de que você nunca irá saber tudo. Os maiores produtores do mundo dizem isso, eles sempre estão aprendendo coisas novas independente da experiência já que possuem. No início você irá se sentir totalmente perdido, é muita coisa para aprender e a ansiedade pode ser um problema, vá com calma. Pratique exaustivamente tudo aquilo que você aprendeu nos cursos, leia bastante sobre o assunto, assista tutoriais on-line, troque informações com amigos, participe de fóruns, não tenha medo de perguntar aquilo que você ainda não sabe. Todos tiveram um começo e também não foi fácil, acredite.


Então? Você realmente quer ser um DJ e Produtor? Comece agora a estudar, praticar e se dedicar à essa profissão. Vale a pena… e muito!